A profecia do Cícero

por Paula e André

Ele, frequentador assíduo do Beira, era considerado pelos amigos até então, o homem do deserto. Ela, cliente apenas do delivery, já estava totalmente descrente do amor.

Um amigo em comum, um reencontro em um posto de gasolina, alguns esbarrões subsequentes e o primeiro encontro em público deu-se na praça do Cícero no Beira Norte.

Com a recepção carinhosa, peculiar do cidadão honorário de Brasília, Ela brincou dizendo que queria casar-se com Ele.

Em alto e bom ton, Cícero responde que ainda viria a presenciar o nosso casamento. A festa de casamento não vingou, mas a união das escovas de dentes está vigente há seis meses e os herdeiros estão previstos para 2011!!!

Salve Cícero!!! Viva o Beira!!! Beijos e abraços, Paula Penna e André Milhomem

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s